Adoradores Que Trazem Impacto



Tenho certeza que todo aquele que ama a Deus vai ter em seu coração as marcas do Seu amor e poder, e por isso trarão um impacto nessa geração.


Hoje, a falta de referências tem-se tornado uma anomalia e isso leva-nos a uma pergunta e indagação de que como uma geração cansada de resolver problemas poderá ser uma ferramenta para trazer impacto? Essa dúvida é decorrente também da falta de um claro entendimento e resultado de anos de uma cultura individualista e contextualizada, que vive um dia a dia de muita espera por algo e de muitas indagações, promessas e expectativas, parecendo que algo esta por vir e que isso vai solucionar, alegrar, e completar nosso ser.


A primeira Igreja em Jerusalém experimentou de um grande impacto, após três anos Jesus ter alinhado discípulos e pessoas que creram Nele e no propósito do Pai. A estrutura que Jesus usou para fundamentar os Seus filhos na fé foi resultado de um firme fundamentos, sendo o principal o amor. Pedro, por exemplo, foi confrontado por Jesus de tal maneira que ele percebeu que a estrutura de amor que havia em seu coração era frágil, humana, fria e calculista, e isso depois de estar ao lado de Jesus e ver tantas coisas, provando de tudo por três anos. Não existia mais nada para Pedro provar naqueles dias, pois Ele estava perante o Todo poderoso diariamente e toda a estrutura de vida que trazia precisou ser confrontada pelo novo tempo que foi desafiado a viver. Você já pensou nisso, que Pedro experimentou da melhor presença dos séculos e séculos, mas sua estrutura de vida e seus fundamentos ainda não conseguiam alcançar, projectar ou manter aquilo que Deus tinha como promessa para sua vida, e por isso ele teve que ser restaurado?



ESTRUTURAS

Um hábito muito perigoso é falarmos do que não conhecemos, e prometermos aquilo que nunca vimos e nem ouvimos em nossa história. A mulher samaritana foi impactada por Jesus devido a uma estrutura 100% consolidada, e pelo propósito estar muito bem alinhado sobre o filho de Deus.


"Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente." (João 5:19)

Odres velhos ou estruturas velhas não permitem que o propósito de Deus seja vivido sobre a terra, pois não conseguem dar o sustento necessário e o devido respaldo para vir o verdadeiro impacto. Quando não existe uma distinta consolidação nas bases estruturais de qualquer coisa que necessita dessas bases bem firmes, o que acontece é uma implosão interior, pois não há suporte para o peso de qualquer coisa que vier a ser colocada de fora para dentro. Para entendermos mais sobre isso, vamos pensar na religião que prega um Deus vivo, mas que no dia a dia conserva-O pregado na cruz, como morto e paralisado. Fala-se muito e vive-se pouco, espera-se muito e experimenta-se de gotas. A realidade desses fatos é uma formação de religiosos que não provaram do verdadeiro amor e poder de Deus que está em Jesus vivo, e vivem de uma parcialidade em fundamentos que não consistem nas verdades de Deus. A mulher samaritana é um exemplo vivo disso, pois ela provou de um Jesus vivo totalmente ligado ao propósito do Pai, e de uma promessa viva sobre aquela geração.


Impactar qualquer coisa com coisas inanimadas, sem vida e direção é impossível! Vida conquista-se com vida e não com morte.O que a samaritana estava atrás era saciar uma sede, até então insaciável.


"Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna." (João 4:14)

A água habitual vinha do poço de Jacó e não de Jesus. O normal era beber de uma água que além de não trazer vida, também não trazia respaldo e alinhamento para o futuro, mas algo momentâneo e não direcional. Naquele momento, olhando para essa história, vemos que os discípulos de Jesus, os samaritanos e a mulher samaritana não estavam habilitados em seu chamado, nem alinhados a um propósito que possibilitasse um novo tempo vir sobre aquela mulher. Os judeus não davam-se com os samaritanos, um homem falar com uma mulher, ainda mais essa ser de Samaria, era uma verdadeira ofensa! Então o que fazer com essa estrutura, a fim de que um verdadeiro tempo novo tempo pudesse alcançar essa mulher? O impacto de uma velha estrutura sucumbia diariamente a qualquer sonho e promessa, para que houvesse um tremendo impacto entre povos que odiavam-se. Porém eles rogaram a permanência de Jesus por dois dias em Samaria.


"E era-lhe necessário passar por Samaria." (João 4:4)

Dentro de uma velha estrutura de fundamentos humanos e onde aplica-se a religião sobre uma necessidade existente fica difícil viver algo novo, mesmo tentando alinhar-se para um novo tempo.

A mulher samaritana ficou estupefata, depois de ser ministrada por Jesus, pois ela deparou-se com palavras que vinham dos céus, em um alinhamento que ela jamais havia provado outrora, a ponto de dizer que já tinha ouvido falar de Jesus. Já pensou o quanto Jesus estava plenamente fundamentado para entrar nas cidades dos samaritanos e trazer a eles um novo tempo?


"Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta." (João 4:19)


Reconhecer Jesus entre os cinco ministérios de Efésios 4:11, faz-nos entender nitidamente que Jesus foi reconhecido por aquilo que Ele viveu com intensidade, e não por legalismo. Necessitamos ter uma real compreensão que os fundamentos em nós colocados e vividos no dia a dia, serão uma marca onde quer que estejamos, pois iremos com isso trazer a imagem e a vida de Jesus sobre a nossa vida. O reconhecimento profético de-se ao fato da mulher ter provado e visto, e não por alguém ter sugestionado ou imposto. Estruturas que avivam são vivas e orgânicas, e trazem resultado, tocam, ministram o céu para a terra. Se por exemplo, uma equipa de louvor e adoração na sua rotina, não buscar um padrão e uma cultura de Cristo para tudo que vive, sempre irão trazer para o lugar que estarão ministrando uma superficialidade do chamado, e não uma notoriedade.


"E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, Vos também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa;e quem nela crer não será confundido. E assim para vos, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina.." (1 Pedro 2:4-7)

Impactando nessa geração!

A mulher samaritana tinha uma sede que não era saciada por uma água de um poço, e isso devido a sua vida, cultura e tudo que recebera em seus dias. A necessidade de resolver tantas coisas em sua existência, questionamentos e duvidas, formaram muitas perguntas sem respostas, e isso não é o mesmo que vemos a nossa geração sofrer?


Vivemos dias sem respostas, fome sem alimentos para saciar-nos, falta de referências que escolham passar por Samaria! E de outro lado, o Espírito Santo desafiando-nos de diversas maneiras para tocar em nossa essência e erguer-nos nesse momento tão especial, tão desafiador e tão esperado! Tua pergunta pode ser como a minha, em como podermos ser a resposta? Vamos olhar para tudo o que aconteceu com a mulher samaritana:


a) Foi necessário passar por Samaria - Necessitamos de homens e mulheres que vivam o propósito de Deus nessa geração, que não vivam em lugares governados por suas vontades, mas que sejam de fato a vontade expressa de Deus.


"É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha." (Lucas 6:48)

b) Nossas estruturas - É necessário, como a mulher samaritana, deixar-mo-nos ser tocados por Deus em nossos fundamentos e nossa estrutura. Não coloca-se vinho novo em odres velhos! Os samaritanos foram profundamente tocados pelo propósito de Deus, por haver uma disposição e abertura da mulher samaritana em ouvir Jesus.


"E disse-lhes também uma parábola: Ninguém deita um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão;" (Lucas 5:36-37)

O resultado é que tocaremos essa geração!


"E diziam à mulher: Já não é pelo teu dito que nós cremos; porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo." (João 4:42)

Prepara-te!

72 visualizações
adora-ball-fireBWHITE.png

MENU

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
© 2020 ADORA