Uma Cultura Profética, Toca Uma Geração


Fomos chamados para tocar a terra! O tempo é de Despertamento!

FUNDAMENTO - Ide, fazei discípulos! Ide, pregai o evangelho a toda criatura! (Mateus 28:19,20), (Marcos 16:15).

Quando conhecemos a Deus, iniciamos a viver em um lugar de amor, e somos levados a amar os Seus mandamentos e vivê-los com intensidade. A medida da intensidade é a medida que valorizamos e amamos ao Senhor nessa geração. Olhando para o próprio Senhor Jesus,  vemos que Ele viveu e cumpriu o propósito do Pai quando chegou em Samaria, iniciando um avivamento naquela região, que foi remida pela Sua presença, pois Jesus tinha um total entendimento de Seu chamado e propósito na terra. E nós? E você? Ele mesmo dá-nos um resumo dos Seus mandamentos, de amá-Lo de todo coração e amar vidas. Vejamos!

"E os fariseus, ouvindo que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar. E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo: Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas." (Mateus 22:34-40)

"Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor. E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé." (Romanos 13:9-11)

O AMOR LEVA-NOS AO PRÓXIMO

"E nisto conhecemos o amor, que Cristo deu a sua vida por nós, e nós devemos dar as nossas vidas pelos irmãos." (1 João 3:16)

Vivemos em um século de forte religião na mente e no coração, que nos faz como que "ficarmos agarrados" em 4 paredes, não vivendo a maior expressão de amor que é "ao próximo". » O quanto Deus quer que entendamos e vivamos dessa maneira? "ao próximo". » O quanto que Jesus gastou seu tempo, para o próximo!

Quanto tempo gastamos vivendo de uma fé que projetamos e alicerçamos em nossa esperança, e dentro daquilo que queremos em nossa vontade? Os nossos dias são cheios de um evangelho onde a nossa vontade e a nossa alma sem conversão vão diretamente viver um dia a dia em que podemos ou não resolver nossos problemas, e nisso vamos "gastar" os nossos dias ... em nós mesmos! Creio que o Espírito Santo quando foi soprado em Jerusalém como a promessa, marcou homens e mulheres para viverem por um propósito, e não de alguma coisa que chamamos de Cristianismo! Prepara - te! Desperta! Veja!

"E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira." (Lucas 10:27-37)

O Sacerdote naqueles dias era um ícone, uma referência de devoção e santidade, dentro de um falso moralismo e de uma religião cheia de defeitos. O homem não conseguia viver a lei, mas passava os seus dias em aparências e prestando culto a um Deus que eles não conheciam por andar com Ele, mas só de ouvir falar. Por isso que na parábola, esse Sacerdote passou longe do homem samaritano que estava no chão, machucado, em uma profunda dificuldade, necessitado de ajuda. O problema era tão amplo, que acredito que o sacerdote não parou, não porque unicamente não queria, mas porque não conhecia o amor capaz de leva-lo a ter compaixão e entrega. Somos rápidos em receber algo de pessoas, ou de termos um pensamento errado de que não temos condições de cuidar de pessoas.

O Levita era outro ícone de alguém que foi chamado por Deus para servir no templo com sua vida, full time. Na direção de Deus para o trabalho no templo, eles foram destacados como aqueles que tinham uma única herança, de servirem ao Senhor com suas vidas, 24 horas, separados em turnos, e de acordo com seus dons e talentos. Na parábola, Jesus falou dos levitas para pessoas que sabiam bem daquilo que Jesus estava falando, porque faziam estritamente aquilo que viviam nos seus ofícios, pois o doutor da lei que fez a pergunta para Jesus "de quem era o próximo", era nada mais do que um teólogo, uma autoridade da lei, um advogado judeu, sabedor de toda essa linguagem empregada na parábola. Esse levita então, também passou bem longe daquele que tinha necessidade de um novo tempo em sua vida, pois estava no chão, machucado e precisando de ajuda. E nós? Somos expectadores de pessoas que necessitam de amor? Ou dilaceramos com nossos lábios pessoas que achamos que poderiam ajudar a pessoa A ou B, sendo que nós mesmos não nos movemos em nada para servir ao próximo?

 O Bom Samaritano foi o que na parábola, parou para ajudar o "próximo". Os samaritanos naqueles dias, não se davam com os judeus e muito menos eram bem vistos. Uauuuu....mas foi essa figura que Jesus usou para ilustrar. Foi um samaritano que parou e que cuidou, com a sua própria vida, a vida do "próximo". Note que quem parou foi o que para o mundo  tinha menos condição, mas um coração extraordinário diante de Deus e dos homens. Não havia problema algum em ser um sacerdote ou levita, até porque na lei eram pessoas de destaque e com um ofício muito importante, mas o que Jesus ensinou vai muito além de ser uma pessoa com um ofício maravilhoso, ou alguém que não é nada diante do sociedade, o que fica claro é quem ou qual tipo de pessoa que entregou sua vida pelo "próximo".


BASE APOSTÓLICA!

UMA IGREJA VIVA, VIVENDO A CHAMA DO AMOR DE DEUS, COM OS PÉS FUNDAMENTADOS NA ROCHA, E VIVENDO O SEU PROPÓSITO!

"... e perseveravam na doutrina(ensino), na comunhão, no partir do pão e nas orações.." (Atos 2:42)

- Buscava amar a Deus em tudo! - Buscava amar ao próximo! - Evangelizava! - Reunia-se nas casas! - No templo e nas casas!

"E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo." (Atos 5:42)
"Saudai também a igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em Cristo." (Romanos 16:5)

Atos 2.42 (bases e fundamentos)

Atos 2:43 ao 48 (integridade, amizade, liberdade, amor, compaixão, comunhão)

Atos 3:6 (evangleizando com poder)

Atos 4:32,33 (plenitude da comunhão - integridade ao chamado - santidade)


ALÉM DAS PALAVRAS!

Notamos que a Igreja que nasceu em Jerusalém e que estava cheia do Espírito Santo, tocou aquela geração, pois estavam vivendo muito menos para eles mesmos e muito mais para Deus! Isso é muito forte! Uma Igreja,  pessoas e filhos, que entenderam os seus chamados, mas muito mais que isso, praticavam com suas vidas o amor, tocando céus e terra e vivendo um avivamento contínuo. Deus tem isso para nós hoje, e não podemos contentar-nos com o que estamos vivendo, mas irmos mais, irmos além. Creio que nesse tempo de Atos, os bons samaritanos estavam vivos, cheios de vida e prática em meio aquela geração, vivendo com intensidade  o amor e a paixão por Deus em todas as esferas da sociedade.

E nós? E hoje? E essa geração?


BASE PROFÉTICA!


CULTURA DO REINO DE JESUS!

"E ficou a arca do Senhor em casa de Obede-Edom, o giteu, três meses; e abençoou o Senhor a Obede-Edom, e a toda a sua casa. Então avisaram a Davi, dizendo: Abençoou o Senhor a casa de Obede-Edom, e tudo quanto tem, por causa da arca de Deus; foi pois Davi, e trouxe a arca de Deus para cima, da casa de Obede-Edom, à cidade de Davi, com alegria." (2 Samuel 6:11,12)

- lugar de comunhão - lugar de paz - lugar de libertação - lugar de Evangelismo

Um povo profético, com uma cultura profética, rompe os céus de uma maneira que o movimento será de cima para baixo, e não com nossas forças, nem as mais variadas formas de querer ter, fazer e não possuir grandes resultados.

Nesse texto da Arca do Senhor na casa de Obede Edom, vemos uma família recebendo algo a mais, pois recebeu e cuidou em sua casa daquilo que era muito importante e deveria ser honrado naqueles dias, pois a Arca representava aquilo que estava no seu interior, que era:

 - A Palavra de Deus (10 mandamentos) - A Vara de Arão (O poder de Deus) - O Maná (A presença de Deus)

Quando trazemos essas coisas para perto, e saímos de um ambiente de muitas palavras e pouca prática, e vamos para um outro ambiente de poucas e muitas prática, vamos iniciar a tocar os céus e tocar aquilo que Deus mais ama, que são vidas! A dinamite que isso tem vai trazer uma ativação poderosa nos céus, uma marca, algo A MAIS ... algo que se manifesta A MAIS, e um ambiente que vivemos O MAIS e com isso podemos viver o muito MAIS de DEUS nesse tempo. Foi notícia que chegou, profética, que algo diferente estava acontecendo na casa de um Geteu, de alguém que na normalidade não sairia de um dia a dia difícil, com pouca esperança de um novo tempo!

O que aconteceu foi que a casa de Obede estava recebendo a ativação dos céus! YEAH! O que aconteceu foi que o avivamento chegou naquela casa! O que aconteceu foi que eles estavam vivendo um novo tempo!

Deus nos convoca para esse tempo maravilhoso, onde vamos ver algo acontecer, percebendo que nossa força esta em vivermos, obedecermos a Deus e tudo aquilo que está em seu coração! O tempo é que nosso destino estará sendo alinhado com aquilo que Deus verdadeiramente tem para as nossas vidas!

Melhor tempo já chegou!


89 visualizações
adora-ball-fireBWHITE.png

MENU

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
© 2020 ADORA