Chegou a hora de marchar!


Que momento foi aquele! O mar a frente, um lugar cheio de dificuldades e um homem temente a Deus vendo que algo precisava acontecer, e que não seria oriundo somente de boas intenções, já que ele poderia até considerar ter formação no seu carácter de buscar do alto a direção para sua vida, de clamar para o lugar certo… ao céu e para o seu Deus, mas o que aconteceu foi que Moisés e todo o Israel foram chamados a viver fora da normalidade, a entrarem em um lugar onde o clamor era necessário sim (e sempre será), porém “marchar” era preciso para que todo Israel assumisse diante de todas as coisas, a sua total confiança em Deus e também em Moisés, a figura do libertador. SIM! Foi o momento em que a nuvem e o anjo saíram da frente do povo, dos filhos de Deus, afim de assumirem tudo, entregando-se em confiança absoluta de não apenas ver o que Deus fazia, mas de poder experimentar do céu a partir do que provocavam por meio da obediência a uma Palavra! Uau! SIM!  Imagina que ali não foi só o céu que manifestou algo! Os filhos de Deus foram chamados a se unirem em um mesmo propósito! Coube a Moisés como pastor e profeta daquela geração, levantar o cajado e ao povo unir-se a ele, e juntos darem passos, marcharem! Isso me faz atentar para quatro momentos destintos e muito necessários para o nosso tempo!  Deus escolhe líderes! O Novo Testamento nos aponta para o que Paulo escreveu para a Igreja de Éfeso no capítulo 4:11, que Ele mesmo (Jesus) escolheu uns para apóstolos, outros para profetas, evangelistas, pastores e mestres. SIM! Jesus escolhe líderes e unge a cada um, para que vivam a intensidade de um chamado, e nisso exerçam o seu serviço na sua geração! Moisés foi para a sua geração um profeta, muitas vezes um pastor, e também anunciou a Palavra de Deus em muitos momentos, tudo com o intuito de levar o rebanho, os milhões de judeus, ao lugar destinado pelo céu. Além disso, ele fez discípulos, filhos na fé, e deu também destino a muitos líderes, os quais juntamente com ele pastorearam o povo, um conselho dado por seu sogro Jetro que lhe ajudou muito.  Deus chama seu povo! Algo extremamente claro que percebo na saída do Egito, foi que o céu estava chamando Israel para um novo lugar, um fato incontestável! SIM! Os judeus foram convocados a viver o poder e o amor de Deus naqueles dias! Em Êxodo capítulo 14:15, lemos a famosa frase que veio do céu… “diga ao povo que marche”! Isso não faria sentido se não fosse para que os filhos do Senhor interagissem em tudo. E hoje, nos nossos dias, não é diferente, pois lidamos com muitas situações e também somos levados a marchar, o que significa que além de conhecermos e confiarmos na Palavra, somos desafiados a praticá-la, a darmos passos de obediência e construir tudo em fé, a viver o que João diz em sua carta “de fato e em verdade”. 

Vença!  Algo está instalado nessa geração! Digo que destinos e um alinhamento vertical, que de fato vem céu, está sendo inibido ou muitas vezes abortado por duas situações: 1) Pela falta de entendimento do que é uma liderança de fato. 2) Pela falta de prática da Palavra, que com o passar do tempo, promove estagnação em uma mentalidade vã.  Isso é como um peso em muitos dos que estão sendo chamados a marchar em direção a tantas coisas originais e verdadeiras que nasceram no céu, mas que são detidas em questionamentos e insegurança, oriundos de uma má formação. Israel foi ensinado que existia um líder, e que nele haviam marcas de que o Senhor era com ele! Fomos chamados a vencer, mas existem princípios verdadeiros para que isso se torne realidade, uma interação viva que desde o início o Senhor colocou sobre pessoas, a ordem, o chamado, a responsabilidade de levar a Sua presença e direção, sendo que tudo isso se une em um só propósito, que promove vida em pessoas que se sujeitam umas as outras, que se submetem a uma direção. 

O diabo sabe que onde existe unanimidade e pessoas entendendo o que é uma liderança e vivendo a intensidade dessa verdade, há uma bomba no inferno! Por isso, a sua estratégia é fazer com que isso passe desapercebido muitas vezes, ele também promove distanciamentos, e daí pessoas não são levantadas em Deus nessa geração! Perceba que e a sequência do entendimento do que é estar debaixo de uma Palavra como aconteceu com Moisés,  fez que Josué fosse levantado para circuncidar todos os homens ás margens da entrada da terra prometida, e isso nos deixa claro que ali existiu um pastor, um homem com as marcas de um chamado, um servo, um discípulo, levantado para levar o povo a viver a promessa dada á Abraão e Sara.  É agora!  SIM! O tempo é hoje! Eu acordo todos os dias com uma frase em meu coração de que “o melhor tempo já chegou!” SIM! Jesus já nos libertou do Egito, do mundo, de Faraó, das trevas, Ele já nos transportou para um lugar onde hoje podemos viver pelo que praticamos, damos passos, e nisso movemos o céu sobre a terra! Sim foi o que aconteceu, “o mar vermelho se abriu” e Israel passou em direção a terra prometida, e tudo o que se levantou contra eles caiu e de fato foi destruído!  a) Creia que o céu é vivo e orgânico! b) Entenda que Deus caminha por princípios, dois deles são sujeição e submissão ao que Ele mesmo coloca sobre as nossas vidas! c) Não existe bênção sem sacerdote! d) Alinhe teu coração a Palavra e pratique-a! e) Tenha atenção em obedecer o teu líder em tudo! f) Viva intensamente o destino que o Espírito Santo tem para tua vida! g) Existe uma promessa! h) O melhor tempo já chegou! 

“Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.” (Êxodo 14:15,16)
23 visualizações
adora-ball-fireBWHITE.png

MENU

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
© 2020 ADORA